terça-feira, 24 de setembro de 2013

Verdades...




A maior solidão é a do ser que não ama. A maior solidão é a dor do ser que se ausenta, que se defende, que se fecha, que se recusa a participar da vida humana.

A maior solidão é a do homem encerrado em si mesmo, no absoluto de si mesmo,
o que não dá a quem pede o que ele pode dar de amor, de amizade, de socorro.

O maior solitário é o que tem medo de amar, o que tem medo de ferir e ferir-se,
o ser casto da mulher, do amigo, do povo, do mundo. Esse queima como uma lâmpada triste, cujo reflexo entristece também tudo em torno. Ele é a angústia do mundo que o reflete. Ele é o que se recusa às verdadeiras fontes de emoção, as que são o patrimônio de todos, e, encerrado em seu duro privilégio, semeia pedras do alto de sua fria e desolada torre.




                                                                                                           Vinícius de Moraes

1 comentários:

  1. Um dia eu ouvi de uma pessoa a seguinte frase: "Poucos tem o privilégio de amar assim como você! "
    E eu digo ter amor por alguém nunca é demais.

    "Eu o amo!?"
    "Sim, eu o amo e muito!"
    Prefiro ama-lo do que amar algo que não corresponda ao meu amor

    Um beijo camaleão
    E você sabe quem é...rsrsrsrs

    ResponderExcluir


Este é um espaço aberto ao debate saudável e a critica construtiva.
Fique à vontade para expor suas opiniões nos comentários ou nos contatar via email. (arlan_souza1.0@hotmail.com)

 
Camaleão sentimentalista © Todos os direitos reservados :: voltar ao topo