domingo, 23 de novembro de 2014

A Fotografia Transcendental e Nudista de Olivier Valsecchi

Quase sempre, enquanto escrevo, procuro pesquisar, seja por trilhas sonoras pra servir de inspiração ou dúvidas de ortografia, e ao fim, acabo na busca por uma fotografia, a imagem que traduza, e anteceda o texto. Essa última, é a pesquisa mais difícil e também a mais prazerosa. Pra ser sincero, todo o processo de pesquisa é uma delicia, porque  aprendo, conheço e descubro; Lugares, pessoas, línguas, coisas. E foi no meio do processo de pesquisa para um dos meus textos que me deparei com o trabalho, ou melhor, com a ARTE  de Olivier Valsecchi, artista francês de 36 anos.
Pelo o que consegui apurar, Olivier começou na musica e descobriu a fotografia enquanto produzia as capas de seus próprios discos, desde então ele pegou apreço pelas fotos e decidiu especializar-se.
O ensaio pelo qual conheci suas obras é chamado de "I am Dust" ( eu sou poeira) baseado no conceito da Fênix, o pássaro mitológico que renasce das cinzas, e também em sua própria experiência durante alguns anos com trabalhos não bem sucedidos.
 Para compor a atmosfera surrealista foram usadas cinzas de verdade, retiradas de uma lareira.
 Não tenho conhecimento técnico  em fotografia, mas sendo esta uma arte, eu aprecio e me dou ao direito de compartilhar as coisas maravilhosas que encontro.
Em seu site existem outros trabalhos, bem como, maiores informações, mas cá entre nós, a  fotografia de Valsecchi me atrai porque transcende o mundo físico, os modelos parecem estar em transição; como se fossem evoluir,  se transformarem em pessoas melhores. O jogo de luzes com as cores simplistas dão um toque melancólico,  a magia fica por conta das cinzas, e o resultado é maravilhoso:








Todas as fotos © Olivier Valsecchi




Fontes: doinelgallery.com
              hypeness.com.br

0 comentários:

Postar um comentário


Este é um espaço aberto ao debate saudável e a critica construtiva.
Fique à vontade para expor suas opiniões nos comentários ou nos contatar via email. (arlan_souza1.0@hotmail.com)

 
Camaleão sentimentalista © Todos os direitos reservados :: voltar ao topo